Cinco Tendências de Marketing Digital 2015-2016.
22 Flares Twitter 1 Facebook 15 Google+ 6 Pin It Share 0 Filament.io 22 Flares ×

Ao praticar o Marketing Digital, lidamos com uma ciência nada exata. Quando acreditamos que encontramos o caminho das pedras, uma forte enxurrada muda todas de lugar. O Mundo Digital é constante e impulsivo e, consequentemente, errático. Mas também é isso que o faz tão envolvente e empolgante!

Todo bom profissional de Marketing leia-se: aqueles mais antenados – descobriram que é preciso sempre identificar tendências – que é mais ou menos como ter um parecer da meteorologia para se saber com que roupa sair de casa e, se é preciso se preparar para intempéries, etc. – tendo em mente que, mesmo diante de tendências identificadas ainda haja riscos do mercado lhe pregar uma peça. Mesmo assim, é sempre bom ter um norte para saber por onde seguir.

Justamente por isso, este post quer compartilhar cinco prováveis tendências de marketing digital para 2015-2016, que poderão lhe ajudar a impulsionar suas estratégias e torná-las mais assertivas. Se você puder identificar as tendências atuais, resolver sobre uma estratégia e os recursos que utilizará tomando um caminho mensurável, você terá muito mais chances de ter sucesso. Estas dicas estão embasadas em textos, pesquisas, infográficos e percepções próprias, além de outras fontes que serviram de inspiração.

1. NÃO DEPENDA TANTO DE ANÚNCIOS

Toda estratégia que é pautada somente em anúncios e/ou links patrocinados, por melhor estruturada que seja, gera uma tremenda ansiedade por resultados que, quando não chegam ou demoram a chegar, nos fazem recomeçar buscando melhorar a comunicação, as palavras chaves, o alcance, a relevância, etc., nos colocando num círculo vicioso.

link-patrocinado

Em épocas de Inbound Marketing ou Marketing de Atração, nada mais saudável do que procurar outros caminhos para atingir novos Leads. Sabemos da eficácia comprovada do Google Adwords, Facebook Ads e adjacências, mas creio que devemos nos pautar mais na qualidade daquilo que entregamos á nossa audiência do que qualquer outra coisa. Um e-commerce, por exemplo, que dependa 100% de visibilidade precisa investir em seu conteúdo e não apenas na vitrine de seus produtos, numa página de destino rica e bem estruturada ou em imagens de boa qualidade. Hoje não é apenas o preço de um produto ou serviço que destaca uma marca, mas muito daquilo que ela entrega como valor agregado ao seu cliente e do impacto emocional que ela causa. SEO é importante, mas mais do que isso é ser realmente relevante quando se é encontrado, indiferente da forma que o usuário utilizou.

2. INVISTA NO MOBILE

Não há como negar: o celular é o método das massas!
O crescimento mobile no mundo chega ao estupendo. Segundo pesquisa realizada pela IDC, já chegamos a quase dois bilhões de usuários no mundo de dispositivos móveis que utilizam Android, iOS e Windows Phone, ou seja, quase um terço da população mundial está conectada. Também segundo o IDC: “De janeiro a dezembro, foram 54.5 milhões de smartphones comercializados no Brasil, crescimento de 55% na comparação com 2013. Para 2015, apesar do cenário econômico desfavorável, projeção é de alta de 16%.”

mobile-marketing

A mídia online movimentou em 2014 R$ 8,3 bilhões só no Brasil, segundo IAB Brasil e, a projeção para 2015 apesar da crise, é de R$ 9,5 bilhões! O Brasil desponta como o maior investidor desse setor na América Latina, com 60,3% de porcentagem de investimento no continente, mais do que o triplo do segundo colocado, o México, com (17,0%). Aliado a isso, o levantamento da IDC aponta que, até 2016, o Brasil será o quarto maior mercado mundial de smartphones, fortalecendo ainda mais o setor de marketing digital que nosso país já desenvolve há alguns anos.

Se esses dados não lhe convencem, resta-me dizer que o Google começou, em abril deste ano, a dar vantagens a sites responsivos e evitar mostrar sites descalibrados ao mobile, em seus resultados orgânicos. A explicação é uma só: diante de um aumento exponencial nas pesquisas orgânicas do buscador feitas através de smartphones – já é maior do que as pesquisas feitas num PC – o Google se preocupa com a qualidade do resultado que é entregue ao usuário e vai beneficiar aqueles que se preocuparem em manter sites responsivos para uma melhor experiência de busca. O Google até lançou o Google Mobile Day, que nada mais é que um treinamento feito em salas de cinemas para futuros mobile experts, estudantes, profissionais, etc, reforçando assim essa importância. O treinamento ocorre no mesmo estilo Google Training Day.
Eu preciso te dizer mais alguma coisa?

3. NOVOS MÉTODOS DE PAGAMENTO EM ASCENSÃO

Cada dia se torna mais fácil e seguro consumir online.
Com o advento da EVM (outubro 2015), o consumidor parte para uma nova experiência quando se trata de métodos de pagamento. Essas mudanças terão um efeito cascata em sites de pagamento online e e-commerce.

“Estes novos cartões estão sendo implantados para melhorar a segurança de pagamento, tornando mais difícil para os fraudadores ter sucesso na falsificação de cartões”, diz Julie Conroy, diretor de pesquisa da  Aite Group, uma empresa de pesquisa da indústria financeira. “É um passo importante.”

pagamentodigital

É preciso estar atento com as novas opções e condições de pagamento digitais, inclusive na convergência do digital para o analógico ( como a nova maquininha de pagamento do Pag Seguro) ou vice e versa. Quanto mais formas de pagamentos, maiores as chances de realizar vendas.  É preciso oferecer uma gama de opções à quem quer comprar, pois o interesse de que essa venda se conclua vem de ambas as partes, mas compete à parte que vende fornecer a maior quantidade possível de formas para isso. As questões de privacidade também são uma preocupação constante e, cabe aos profissionais de marketing passar a esse consumidor tranquilidade ao efetuar pagamentos online, blindando seus sites, educando e treinando os clientes durante a transição.

4. AUTOMAÇÃO DE MARKETING FACILITA O TRABALHO

A automação de marketing não é nada novo e, tem sido cada vez mais utilizado. Se tornou um processo mais fácil e acessível o suficiente para qualquer comerciante com um modesto orçamento fazê-lo. Tempos atrás, as únicas organizações que faziam automação eram grandes empresas com marcas mundialmente reconhecidas. A automação de marketing é um processo em compreender e agir, de forma personalizada além de escalável, com as pessoas que interagem com sua empresa nos diferentes canais online. Compreender exatamente o interesse do seu Lead, em qual estágio de compra se encontre, dando a ele todas as informações que precise.

automacao-de-marketing1

A automação auxilia diretamente na segmentação destes Leads, combatendo suas dúvidas e objeções, agregando valor em cada etapa, através de conteúdos específicos, levando-o ao próximo estágio. Isto implica diretamente em vendas/conversões mais assertivas além de um nível de relacionamento mais maduro.

São ferramentas ainda pouco adotadas por pequenas e médias empresas brasileiras, mesmo com todos os benefícios que elas podem trazer na gestão da geração de leads e na automação de vários processos de marketing. Existem, inclusive, ferramentas online que auxiliam na implementação desses processos, como o RD Station,  LeadSius, Azuqua, Jumplead ou Norture.

Claro, é preciso tato e bom senso para lidar com automação e não transformar suas interações em algo completamente mecânico demais.  Usando de inteligência e alguns insights que lhe serão fornecidos durante o processo de implementação, pode-se usar a automação como forte aliada na hora de entregar e receber informação como parte do funil de vendas.

5. DÊ ATENÇÃO A TODOS OS ALGORITMOS

Os algoritmos de busca estão mudando…
Com o Google dando mais vantagens a sites responsivos, além de uma nova era de pesquisas mobile que cresce a cada dia, precisamos estar atentos a isso. O Google preocupa-se muito em encontrar e fornecer as melhores respostas possíveis para cada tipo de pesquisa que os usuários realizam e, justamente por isso, tem avançado na escolha dos melhores critérios possíveis para classificar uma página. Porém, é preciso considerar o algoritmo de outros canais como o do Facebook, o algoritmo do Bing, do Yahoo e até mesmo o mashup do Twitter, tanto quanto o algoritmo do Google. A preocupação com o ranqueamento de um site não deve ser nossa única meta. Até porque ranqueamento não é indicativo de resultados. Aparecer na primeira página de uma busca e, segundos depois de um clique, o visitante abandonar seu site não converte em absolutamente nada o resultado desse posicionamento.

Algorithm_blog_images_140210

Ao invés de nos preocuparmos demais com SEO – pelo menos como o conhecíamos, deveríamos atentar mais para UX, UI Design, em todo o conteúdo ofertado em nossos sites. Conteúdo relevante e de qualidade é o que, sem sombra de duvidas, será o diferencial para a classificação de web sites. O formato de conteúdos preparados especificamente para cada uma das mídias sociais, levando em conta sua configuração no modo de apresentar os posts, deve ser pensado e estudado. Trabalhe com carinho para cada uma delas e, preocupe-se mais com a qualidade daquilo que compartilha. Os resultados virão através da positiva experiência de seus visitantes, acredite.

Estas não são verdades absolutas, mas possuem seu contexto mercadológico. O mais importante é, caso você tenha um pouco de espírito investigativo e empreendedor, procurar por tendências e se ocupar em compreender as principais, aquelas que realmente podem auxiliar em potencializar seu negócio. E nunca ficar para trás! Procure sempre sair na frente. Essa coisa de esperar que todo mundo esteja fazendo para, só então fazer, é, no mínimo, falta de posicionamento com certo grau de comodismo. Não compreender bem o que cada estratégia significa, não é desculpa para não implementá-las. Na dúvida, procure sempre um profissional da área.

Written by MarcelGinn®

Não sou chegado de Dalton Trevisan, nem fiz poesia com Leminski, o que não me torna menos vampiro de Curitiba.

This article has 4 comments

  1. Pingback: Negócio local com visão global! | In-Pressão Criativa

  2. Gustavo Reply

    Muito interessante esse artigo sobre Marketing Digital. Concordo com o redator desse artigo, que para o sucesso nesse ramo, é essencial o acompanhamento das inovações tecnológicas e treinamento constante para podermos realizar um trabalho cada vez mais profissional e de qualidade.

    Obrigado, Gustavo/RS

  3. Isabella Reply

    Excelente artigo! Parabéns pelo conteúdo, fácil de ler, não é cansativo. Além das excelente ideias apresentadas. Eu particularmente gostei mais dos últimos parágrafos. Acredito que um conteúdo de qualidade é o que irá atrair o público, independente deste site estar em primeiro lugar nos resultados de pesquisa orgânica ou não.

    Vou acompanhar! Abs!

    Isabella Maria
    Diretora da Empresa Bella Jow Design e Ilustrações

    • MarcelGinn® Reply

      Isso mesmo, Isabella. Conteúdo continua sendo rei. O seu, aliás, esta de parabéns! Gostei muito dos seus trabalhos!
      vou acompanhar também! Abs!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *